Adição de corticosteroide inalatório a beta agonista de longa duração em idosos com DPOC associada à diminuição dos riscos de morte e hospitalização

MBE em Foco - Volume 2, Issue 1

Reference: JAMA 2014 Sep 17;312(11):1114 (evidência de nível 2 [médio])

A doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) é um importante problema de saúde pública, afetando cerca de 210 milhões de pessoas em todo o mundo e tendo projeções de ser a quarta principal causa de morte em 2030 (WHO 2007 PDF). Apesar de nenhuma medicação existente para DPOC ter demonstrado modificar a função pulmonar a longo prazo, as intervenções farmacológicas, tais como os beta-agonistas de longa duração (BALDs) e os corticoides inalatórios são usados rotineiramente para controlar os sintomas e complicações da doença (GOLD 2013 Feb 13 PDF). Uma recente revisão Cochrane de ensaios randomizados conclui que os BALDs associados a corticosteroides inalatórios reduziram mais as exacerbações de DPOC do que BALDs usados isoladamente, embora os resultados sobre mortalidade tenham sido inconsistentes (Cochrane Database Syst Rev 2012 Sep 12;(9):CD006829).

Agora, um estudo de coorte de base populacional investigou as internações e mortes por DPOC em 11.872 pacientes idosos (> 66 anos) com DPOC ajustados para propensão que tiveram prescrições recentes de BALDs associados a corticosteroides inalatórios ou BALDs isoladamente. Uma coorte de 3.160 pacientes que tomavam BALDs isoladamente foi pareada com 8.712 pacientes que tomavam a terapia combinada com base em um escore de propensão, idade, sexo, diagnóstico simultâneo de asma e duração da DPOC. Os pacientes foram acompanhados por cerca de dois anos e meio. Em comparação com os BALDs isoladamente, a associação a corticosteroides inalatórios foi associada com uma pequena, mas estatisticamente significativa, redução na mortalidade (55.3% vs. 58.6%, p < 0.001, NNT 31) e nas hospitalizações por DPOC (27.8% vs. 30.1%p < 0.001, NNT 44). Não foram observadas diferenças significativas nas hospitalizações por pneumonia ou fraturas por fragilidade.

Os resultados deste grande estudo de base populacional estendem os resultados de ensaios clínicos randomizados anteriores, mostrando que a adição de corticosteroides inalatórios aos BALDs não só diminui a frequência das exacerbações da DPOC, mas também pode diminuir internações e mortalidade relacionadas à DPOC. A população de pacientes analisados neste estudo corresponde aos pacientes que se esperam receber na prática clínica, em particular pela inclusão de pacientes idosos e daqueles que têm asma e outras comorbidades. No entanto, esses resultados são limitados pelo desenho observacional do estudo, e um ensaio randomizado seria o ideal para confirma-los.

Para mais informações, veja os tópicos corticosteróides inalatórios para DPOC e broncodilatadores para a DPOC no Dynamed.


Other EBSCO Sites +